Associação de Apoio e
Informação a Cegos e Amblíopes

Museu Nacional do Azulejo

A maioria dos Serviços Educativos dos Museus e Palácios do IMC realizam visitas para pessoas com deficiência visual mediante marcação prévia. No entanto, só o Museu Nacional do Azulejo (MNAz), em Lisboa, tem a sua exposição permanente preparada para visitantes cegos ou com baixa visão.

Na verdade, a 3 de Dezembro de 2010 foi inaugurado no MNAz o projecto Tesouros do MNAz ao alcance de todos, um projecto-piloto a nível nacional. As peças mais do Museu e os espaços mais interessantes do edifício, o antigo Convento da Madre de Deus, estão agora mais acessíveis a pessoas com deficiência motora, auditiva e visual. A pensar nestas últimas, há réplicas em relevo espalhadas ao longo do circuito de visita, com informação impressa em Braille e também a negro com letras ampliadas. Mas se o visitante preferir ouvir em vez de ler, pode fazer a sua visita com audioguias que têm audiodescrição, música da época e efeitos sonoros diversos para sublinhar a mensagem.

Contacto: Museu Nacional do Azulejo – Rua da Madre de Deus 4 -1900-312 Lisboa Telefone: 218 100 340

Clara Mineiro
Coordenadora do projecto Museus & Acessibilidade

Contactos:
Rede Portuguesa de Museus | Departamento de Museus
Calçada da Memoria, 14
1300-396 Lisboa
Telefone: 213 617 490 FAX: 213 617 499
Instituto dos Museus e da Conservação IP.
Palácio Nacional da Ajuda, Ala Sul – 4º andar
1349-021 Lisboa
Telefone: 213 650 800
http://www.imc-ip.pt

Página actualizada em: 13-07-2012 17:23